Tem como começar uma conversa de um jeito melhor do que falando sobre comida? Não sei se com vocês também é assim, mas eu e vários amigos temos papo de sobra e tempo faltando quando o assunto é comida, hahaha! Falamos sobre comidas favoritas, trocamos receitas e conversamos sobre lugares bons e ruins pra sair pra comer na cidade.

E quando você pensava que o assunto não tinha como ficar mais delicioso, vem o fotógrafo francês Jonathan Icher e dá um choque de realidade em nossas vidas. O cara misturou gastronomia com arte para criar uma série fotográfica no mínimo intrigante e deliciosa.

Com a ajuda da maquiadora Anastasia Parquet, o fotógrafo criou uma série que utiliza body paint para representar o pais que cada comida é mais famosa. É isso mesmo. O corpo dos modelos foi colorido utilizando apenas maquiagem, criando imagens que são mais ou menos a soma desse post com esse post, quem aí lembra?

Não tenho certeza se essas imagens questionam os esteriotipos gastronômicos ou apenas ilustram os alimentos mais importantes e icônicos na cultura de cada país, mas esses trabalhos com certeza chamam a atenção, nos prendem e (pelo menos comigo) nos faz questionar qual o tipo de relacionamento que temos com a comida. continue lendo…

Você vai gostar também:

Tattly: tatuagens temporárias que não parecem clip arts toscos!
Conheça um mundo de alimentos enormes para editoral fotográfico
Bichinhos de estimação em aventuras com objetos do dia a dia
Fotógrafo cria action figure para divulgar seus servços
O quê você come quando está de ressaca?

Essa é pra você que sempre quis saber como são feitas as fotos dos sanduíches do Mc Donald’s e o por que de eleas serem tão diferentes dos produtos de verdade que a gente compra pra comer na lanchonete.

A diretora de marketing dos Mc Donald’s do Canadá, Hope Bagozzi, conta pra gente nesse vídeo aí embaixo que essa é uma das perguntas que eles mais recebem. Com um Quarteirão em mãos, ela nos leva até o estúdio onde são produzidas as fotos dos produtos e começa a explicar como tudo é feito. O vídeo está em inglês, mas dá pra entender bem tudo que acontece.

Ela explica que as fotos são feitas com os mesmos ingredientes que são usados nas lanchonetes: pães, carnes, verduras e condimentos são todos de verdade. O truque fica na hora de montar o hambúrger e na pós-produção das imagens. Eles preparam todos os ingredientes separadamente, de forma que o queijo fique no ponto perfeito, a carne também e por aí vai. Depois disso, colocam tudo pra frente, pra que o cliente saiba o que vem em cada lanche. A diferença de tamanho acontece porque o vapor quente dentro da caixinha faz com que o sanduíche encolha e fique menos bonito. (aham Cláudia, senta lá)

Assita ao vídeo:

Achei bem bacana ver como tudo funciona, mas ainda acredito que tem muita mentira nisso tudo. Quem já viu esse outro vídeo bem mais antigo deve concordar comigo. E aí, o que você acha?

Você vai gostar também:

Brincadeira na hora de comer pizza
Tattly: tatuagens temporárias que não parecem clip arts toscos!
Quanto custa pra ser um super-herói?
Patriotismo gastronômico à flor da pele
Macarons de Star Wars

Muita gente (inclusive eu) reclama da grande maioria das traduções de títulos de filmes quem vem pro Brasil. Fico me perguntando qual a necessidade de traduzir um título como “Confessions of a Shopaholic” para “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”,  ou então “Lost in Translation” para “Encontros e Desencontros”. Simplicidade seria o essencial, né?

Bom, nem sempre. Dá só uma olhada em quão toscas ficariam algumas das séries de tv que mais amamos, caso fossem traduzidas ao pé da letra:

Depois do pulo tem mais algumas, corre! continue lendo…

Você vai gostar também:

Space Bar: mais espaço e menos bagunça na sua mesa
As 7 primeiras temporadas de Power Rangers em DVD!
Mistério resolvido! Descubra os famosos que são na verdade super-herói...
26 filmes representados por 26 letras
Como seria se as casas de Game of Thrones participassem da Copa?

Sabe aquela pessoa que você odeia, mas que por algum motivo tem a obrigação de seguir nas redes sociais? Seja seu chefe, um parente pentelho ou um amigo pé no saco que você tem que seguir por educação. O Shitter é a solução pros seus problemas (entra musiquinha das organizações tabajara)! Com ele, você escolhe um feed de algum usuário, imprime em papel higiênico e recebe na sua casa.

Como a coisa toda funciona? Bom, o Shitter é um aplicativo pra web que você autoriza a acessar sua conta no Twitter, assim como todos os outros. A partir daí, você é redirecionado pra uma página onde preenche um campo de formulário com o usuário que quer colocar no papel, paga pelo serviço, e os caras te enviam na sua casa 4 rolos com o feed da pessoa impresso! HAHAHAHAHA! Uma ideia divertida e sensacional! A idéia é dos empresários australianos David Gillespie, Matthew Delprado e Johny Mair, e patrocinado pela Collector’s Edition.

E aí, vai fazer com quem? HAHAHA! :P

Você vai gostar também:

5 jogos incríveis para o seu celular
Space Bar: mais espaço e menos bagunça na sua mesa
Como são feitos os sons dos vídeo games?
Máquina de abraços da Coca-Cola
Blogueiras lançam nova moda de vestidos feitos de leite

Quer dar uma festa ~descolada~ pros amigos? Então você precisa de um desses! o Marshall Amp Mini Beer Fridge tem a forma de um daqueles amplificadores de som, sabe? Só que na verdade é uma mini geladeira. Tem espaço pra várias latinhas e garrafas de cerveja e é simplesmente lindo! Olha só:

Também tem esse vídeo que mostra rapidinho o produto:

Curtiu? Pois bem, o produto só vai estar disponível no mercado a partir do dia 1 de Outubro, mas já dá pra ir lá no site comprar na pré-venda. Custa a bagatela de U$299!

Você vai gostar também:

Smartphone Notebook: um caderno com espacinho pro seu celular
Coleção de camisetas de Os Vingadores
Como são feitas as fotos dos hambúrgueres do Mc Donald's
5 ítens pra decoração do seu natal ficar bem mais geek
Patriotismo gastronômico à flor da pele

O principal problema dessas tatuagens que a gente aplica com água é o fato de que a maioria dos desenhos disponíveis são horríveis. Foi pensando nisso que Tina Roth criou a Tattly, uma empresa que cria tatuagens temporárias muito estilosas.

As pretas são até bem realistas, e dependendo do seu tom de pele as coloridas ficam bem bacanas também! Uma ótima ideia pra testar se você ficaria enjoado de ter uma tatuagem em determinado local, ou de fazer uma brincadeira com seus amigos e familiares. Aí depois do pulo tem mais algumas imagens com outros desenhos: continue lendo…

Você vai gostar também:

Como são feitos os sons dos vídeo games?
Pen & Ink: tatuagens ilustradas e as histórias por trás delas
Blogueiras de moda criam nova tendência: unhas de grama!
Arte de sushi por Takayo Kiyota
Blogueiras lançam nova moda de vestidos feitos de leite

Taí uma brincadeira bacana pra hora da fome. O Russian Pizza Plate Roulette é um prato pra servir a pizza que vem com um desenho que simula o tambor de um revólver, com apenas uma bala. A idéia é brincar de roleta russa, e quem pegar a fatia em cima da bolinha preta que representa a bala é o sorteado.

Sorteado pra quê? Bom, é só deixar a criatividade correr solta. Pode ser o escolhido pra lavar a louça, pra quem vai pagar a conta no próximo jantar, ou pra quem vai pagar a próxima rodada de drinks pra galera. Legal né?

Você pode comprar nas webs aqui, por €30! :)

Você vai gostar também:

Os porcos verdes foram pras alturas no novo Angry Birds Space
Atenção músicos: já dá pra tirar um som de gelatinas!
[ENCERRADO] É tanto sabor que não dá pra escolher: cupcakes de present...
É só baixar e viciar: Temple Run Brave e Amazing Alex!
13 desafios alfabéticos pra quem curte cinema
12